LEPTINA

Sabe aquela pessoa que acaba de comer e sai tirando a mesa ?

Pois é, todo mundo conhece alguém que faz isso. E no nosso corpo, também tem um hormônio que faz isso. Esse hormônio se chama Leptina e é produzido tanto pelo tecido adiposo quanto pelo sistema gastrointestinal.

Quando comemos, vamos liberando esse hormônio (ou adipocina) que cai na nossa corrente sanguínea e vai lá no nosso cérebro informar que já estamos satisfeitos e não precisamos mais comer (fisiologicamente). Com isso, iniciamos uma produção cerebral de serotonina (hormônio do prazer) e assim nos sentimos satisfeitos e até tranquilos. Quanto mais tecido adiposo uma pessoa tem (ou seja, quanto mais gordura corporal), maior a sua produção de leptina. Só que indivíduos que sofrem com obesidade podem ter uma resistência a ação deste importante hormônio e, com isso, acabam precisando de uma maior quantidade de alimentos para que se sintam satisfeitos.

Esse é mais um braço da desregulação fisiológica que pessoas com obesidade podem sofrer e regularizar essas taxas pode ser muito importante para um resultado duradouro quando estamos pensando em emagrecimento.

mais sobre Obesidade e Emagrecimento: