GRELINA

Sabe quando você está com a maior fome, no trabalho, na faculdade, em qualquer lugar e está quase na hora do almoço? Que você sente aquele cheiro delicioso de comida refogada e todos os odores parecem estar mais gostosos?

Pois é. Isso é a GRELINA.

A Grelina é um hormônio produzido no estômago quando o mesmo se encontra vazio, ou seja, quando estamos em jejum. E ao ser produzida, ela cai na nossa corrente sanguínea e vai lá no nosso hipotálamo estimular a produção do neuropeptídeo Y, que estimula o nosso apetite.

Um fato bem interessante sobre esse hormônio é que quando ele está aumentado, ou seja, no período em que estamos em jejum, ele vai ao nosso hipocampo (no cérebro) e melhora a nossa noção espacial. Isso é feito propositalmente para que a nossa espécie encontre alimentos com maior facilidade no ambiente. Hoje não precisamos ficar buscando alimento no ambiente, mas os nossos ancestrais precisavam.

A alimentação hedônica não tem nada a ver com a grelina, uma vez que quando buscamos alimentos por prazer, a via cerebral é ativada antes de que a produção de grelina aumente a ponto de buscarmos comer. Entretanto, nas áreas cerebrais relacionadas a esse tipo de alimentação, a GRELINA estimula o reforço da imagem visual daquele alimento preferido.

mais sobre Obesidade e Emagrecimento: